domingo, 6 de maio de 2018

2012

Pois é, o mundo ia acabar em 2012. O calendário Maia só ia até 12-12-2012, então é claro que os teólogos da conspiração entraram em surto, dizendo que isso era a "prova" definitiva que o mundo já tinha data para acabar. Uma tremenda bobagem, mas que com a ajuda da internet se alastrou e ficou popular. Como Hollywood está sempre de olho em novas oportunidades de faturar em assuntos da moda não demorou a produzir um filme mostrando justamente isso, o fim do mundo em 2012. Eu nunca havia assistido a esse filme até ontem. Foi puro desinteresse mesmo. Afinal era um filme dirigido por Roland Emmerich, o "irmão" cinematográfico do Michael Bay. Ambos fazem sempre o mesmo tipo de fita. Muitas explosões, muito barulho e pouquíssimo roteiro. Esse "2012" não fugiu em nada desse estilo bombástico (e lamentável) de fazer cinema.

O que mais me admirou foi ver o cult ator John Cusack no meio do elenco. Ele não tem muito o que fazer em cena a não ser correr para lá e para cá, com cara de espanto, enquanto o mundo vai chegando ao fim. Seu personagem é piegas, insuportável e cheio de clichês. Um pai de família que tenta salvar os filhos enquanto o resto da humanidade vai para o buraco (literalmente falando!). Essa coisa de pai de família que vai se tornando herói é mais do que batido. Pior são as cenas em que a família (a ex-esposa e os filhos chatinhos) vão escapando em aviões enquanto lá embaixo a crosta terrestre vai entrando em colapso. O mais bizarro desse filme nem é tanto seu desenvolvimento, mas seu final. O que os bilionários fazem para fugir do apocalipse? Embarcam em uma nave espacial? Bom, isso seria o mais lógico a fazer em um planeta que está em destruição. Mas não, eles todos entram em arcas!!! Isso mesmo, iguais aquelas do velho testamento. O que você vai fazer dentro de uma arca enquanto o mundo vai se acabando? Por acaso os oceanos não fazem parte do planeta também? O roteiro, muito estúpido, não responde a esse tipo de pergunta. Apenas leva o filme até o momento final, com todos felizes e salvos na Arca de Noé! Tenha santa paciência...

2012 (2012, Estados Unidos, 2009) Direção: Roland Emmerich / Roteiro: Roland Emmerich, Harald Kloser / Elenco: John Cusack, Thandie Newton, Chiwetel Ejiofor / Sinopse: Os Mais estavam certos. O mundo começa a se acabar no ano de 2012. Ondas de radioatividade, em explosões de neutrinos começam a bombardear o núcleo da Terra, causando o colapso da crosta terrestre. Enquanto isso o pai interpretado por John Cusack tenta salvar sua família, bem no meio do apocalipse mundial. 

Pablo Aluísio e Erick Steve.

3 comentários:

  1. Avaliação:
    Direção: ★
    Elenco: ★★
    Produção: ★★★
    Roteiro: ★
    Cotação Geral: ★★
    Nota Geral: 5.0

    Cotações:
    ★★★★★ Excelente
    ★★★★ Muito Bom
    ★★★ Bom
    ★★ Regular

    ResponderExcluir
  2. Pablo:

    Arcas e verossimilhança não andam justas nem na Bíblia, que se dirá em um filme pipoca desses?

    ResponderExcluir
  3. Isso mesmo. E talvez o maior erro seja o meu, em procurar alguma lógica em um filme assinado por Roland Emmerich! rsrsrs

    ResponderExcluir