quinta-feira, 26 de maio de 2016

007 Contra o Homem com a Pistola de Ouro

O serviço secreto inglês descobre que seu agente James Bond (Roger Moore) está na mira de um assassino profissional conhecido como Francisco Scaramanga (Christopher Lee). Suas intenções de liquidar 007 ficam óbvias após ser encontrado uma bala de ouro com o código de Bond impresso nela. Há suspeitas que o mesmo assassino tenha matado friamente o agente 002 numa missão. Para evitar maiores problemas a agência de espionagem resolve assim afastar Bond de seus serviços por um tempo. Livre de cumprir uma agenda de missões, Bond resolve então ir atrás por conta própria de Scaramanga. Como pista usa a própria bala que foi dirigido a ele. Em pouco tempo James Bond segue seu rastro em lugares tão distantes como Beirute, Hong Kong e Macau. O infame assassino profissional usa uma arma de ouro, com calibre próprio. Para Bond essa seria uma pista segura para se chegar até ele.

Esse foi o segundo filme de Roger Moore como James Bond. O primeiro, "Com 007 Viva e Deixe Morrer", foi sucesso de público e crítica. Uma alívio para os produtores que temiam que a franquia chegasse ao fim com a saída de Sean Connery. Esse segundo filme não é tão bom quanto o anterior, mas inegavelmente tem seus méritos. O maior deles talvez seja a presença do ótimo ator Christopher Lee como o vilão Scaramanga. Ele é um tipo bizarro, com uma característica física incomum (tem três mamilos!) e um assistente anão tão perverso quanto o próprio. Esse papel foi interpretado pelo ator Hervé Villechaize (que ficou muito conhecido no Brasil interpretando o personagem Tatu na série "A Ilha da Fantasia", que fez bastante sucesso na TV brasileira durante os anos 70). O roteiro não tem muitos mistérios ou tramas internacionais a se revelar, se resumindo muitas vezes a ser apenas uma disputa de vida ou morte entre Bond e Scaramanga. Esse porém não é um problema exclusivo do filme em si. O livro escrito por Ian Fleming em 1965 também foi criticado por essa razão. Enfim, um bom filme da safra com Roger Moore que com ele se estabeleceria definitivamente como Bond, só deixando a série em meados da década seguinte.

007 Contra o Homem com a Pistola de Ouro (The Man with the Golden Gun, Inglaterra, 1974) Direção: Guy Hamilton / Roteiro: Richard Maibaum, Tom Mankiewicz, baseados no livro escrito por Ian Fleming / Elenco: Roger Moore, Christopher Lee, Hervé Villechaize, Britt Ekland / Sinopse: O agente inglês James Bond (Roger Moore) passa a ser caçado pelo assassino profissional Francisco Scaramanga (Christopher Lee), dando início a uma disputa de vida e morte entre eles. Filme premiado pelo Saturn Award na categoria Best DVD / Blu-Ray Collection.

Pablo Aluísio. 

9 comentários:

  1. Avaliação:
    Direção: ★★★
    Elenco: ★★★
    Produção: ★★★
    Roteiro: ★★★
    Cotação Geral: ★★★
    Nota Geral: 7.6

    Cotações:
    ★★★★★ Excelente
    ★★★★ Muito Bom
    ★★★ Bom
    ★★ Regular
    ★ Ruim

    ResponderExcluir
  2. Pablo, você sabia que o James Bond morre envenenado no final do livro From Russia, with Love, no Brasil, Moscou Contra 007, seu quinto livro? Assim como o Arthur Connan Doyle matou o Sherlock Holmes em O Problema Final, e depois o ressuscitou, o Flemming também o fez com seu grande personagem. Se o Flemming já estava cheio do 007 no quinto livro, imagina no décimo terceiro que é o 007 Contra o Homem da Pistola de Ouro? Não é atoa que a história é rala.

    PS. Esse título brasileiro, 007 Contra o Homem da Pistola de Ouro, parece nome de pornochanchada da década de "70.

    ResponderExcluir
  3. Eu sinceramente não sabia desse detalhe...

    Alguns escritores ficam assustados com o sucesso de seus próprios personagens. Seja por golpe comercial, seja porque não querem ficar à sombra de sua obra, o fato é que acabam "matando" os mesmos em seus escritos...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. No fim do livro o 007 é morto pela lâmina envenada na ponta do sapato da agente russa Rosa Klebb.

      Excluir
  4. E sim, a tal pistola de ouro acabou ganhando um sentido meio esquisito com os anos... rsrsrs

    ResponderExcluir
  5. Seria melhor se o filme se chamasse "007 Contra o Homem com a Arma dourada" ou algo nesse estilo... Mas enfim.

    ResponderExcluir
  6. Pablo:

    Por falar em Arthur Conan Doyle, se por ventura ainda não assistiu e se tiver um tempinho, assista esse episódio de 50 minutos do Sherlock Holmes, O Problema final, e veja como, apesar de divertido, o Robert Downey Junior destruiu esse personagem com suas gracinhas.
    Segue link abaixo. A qualidade da imagem e som é muito boa pela idade.

    http://www.dailymotion.com/video/xv3lcg_as-aventuras-de-sherlock-holmes-t2e6-o-problema-final-legendado-pt_shortfilms

    PS. Preste atenção na cena em que o Professor Moriarty passa de trem com a cabeça para fora procurando achar o Holmes, cena essa que foi parodiada pelo Robert Downey Junior vestido de mulher.

    ResponderExcluir
  7. É da TV Inglesa e o Shherlock é interpretado pelo clássico Jeremy Brett.

    ResponderExcluir
  8. Obrigado pela dica Serge. Vou procurar assistir, com certeza.

    ResponderExcluir