segunda-feira, 5 de junho de 2017

O Mago das Mentiras

Esse filme conta a história real do magnata de Wall Street Bernie Madoff (interpretado por Robert De Niro). Esse sujeito deu um golpe no mercado financeiro dos Estados Unidos avaliado em 65 bilhões de dólares! Os investidores que confiaram nele perderam tudo, as economias de uma vida, por causa da fraude que Madoff criou e escondeu por anos e anos! Essa história é impactante porque demonstrou duas coisas importantes: existia muita corrupção no meio político e financeiro dos Estados Unidos e os meios de fiscalização do governo falharam completamente ao não detectarem o tamanho dessa fraude.

De uma forma ou outra Madoff virou sinônimo de ladrão no mercado de capitais, a tal ponto que toda a sua família acabou sendo destruída por esses acontecimentos que se seguiram após seus crimes serem descobertos. A sua história já foi tema de livros e séries, mas aqui ganhou uma nova visão, focada não apenas nos crimes que ele cometeu, mas também no impacto deles em sua própria família. Madoff tentou preservar seus dois filhos e sua esposa dos crimes que estava fazendo no mercado, porém como podemos ver no filme tudo isso foi em vão. O roteiro explora os tempos de riqueza e desgraça em cenas intercaladas, usando de flashbacks para mostrar sua vida antes e depois da queda final.

A direção é do excelente veterano Barry Levinson. Ele andava meio sumido ultimamente. Nos últimos anos só dirigiu poucos filmes. Aqui ele exercita novamente seu talento para contar boas histórias. Auxiliado por um elenco acima da média, conseguiu alcançar seus objetivos. Robert De Niro novamente tem uma boa atuação em sua carreira (algo que vinha lhe faltando em seus últimos filmes). Ele consegue em muitos momentos sumir dentro de seu personagem. A maquiagem e a caracterização também o deixaram muito parecido fisicamente com Madoff. A atriz Michelle Pfeiffer também é outro destaque. Ela interpreta a esposa do magnata, uma mulher envelhecida, arruinada, que tenta sobreviver após a tragédia que se abate sobre ela e seus filhos. No final a mensagem que fica é a que a ganância não corrói apenas as finanças de uma pessoa, mas sua alma também.

O Mago das Mentiras (Estados Unidos, 2017) Direção: Barry Levinson / Roteiro: Diana Henriques, Sam Levinson / Elenco: Robert De Niro, Michelle Pfeiffer, Alessandro Nivola, Hank Azaria, Kristen Connolly, Nathan Darrow / Sinopse: O filme conta a história de um magnata de Wall Street que deu um golpe enorme no mercado financeiro americano. A fraude atingiu a incrível cifra de 65 bilhões de dólares, levando milhares de investidores à ruína completa. Roteiro baseado em fatos reais.

Pablo Aluísio.

8 comentários:

  1. Avaliação:
    Direção: ★★★
    Elenco: ★★★
    Produção: ★★★
    Roteiro: ★★★
    Cotação Geral: ★★★
    Nota Geral: 7.8

    Cotações:
    ★★★★★ Excelente
    ★★★★ Muito Bom
    ★★★ Bom
    ★★ Regular
    ★ Ruim

    ResponderExcluir
  2. Pablo, algumas observações:

    - O filme é muito bom mas existe uma serie de televisão em que o Richard Dreyfus interpreta o Madoff que é muito mais interessante por mostra-lo montado e operando a pirâmide.

    - Como você disse o Robert De Niro entrega uma interpretação muito boa, a melhor em muitos anos, porém o Modoff dele possui um estoicismo e com isso uma dignidade que acho que o verdadeiro Madoff não possui.

    - E por fim a Michele Pfeiffer que continua muito linda e ótimo atriz, mas, visivelmente, está se tornando uma velhinha, coitadinha!

    ResponderExcluir
  3. O tempo vem e não perdoa nem as mais belas mulheres...
    Essa série ainda não assisti, mas sempre ouço falar muito bem...
    Não conheço muito o Madoff da vida real. Sei que é um crápula, mas de qualquer forma uma comparação mais detalhista me foge...

    ResponderExcluir
  4. Eu também não conheço o Madoff, mas o De Niro utiliza aqueles cacoetes faciais que ele vem utilizando como muleta a anos que, justamente, torna seus personagens estoicos e dignos, seja qual for o filme (isso desde o Godfather) e aqui, infelizmente, esses cacoetes produzem uma pequena mancha num bom trabalho.
    Pelo menos as caretas do Didi Mocó não estão presentes.

    ResponderExcluir
  5. A parceria Michele Pfeiffer/Robert De Niro pegou rosca; já é a segunda nos últimos tempos. A outra se chama A Família da Máfia, se não me engano. Eles são bons juntos.

    ResponderExcluir
  6. O filme se chama "A Família", foi dirigido por Luc Besson, mas como você mesmo disse, o filme simplesmente "não aconteceu", não fez sucesso...

    ResponderExcluir
  7. Em "Stardust: O Mistério da Estrela" eles também fizeram parte do elenco, mas esse me passou batido, ainda hoje não assisti, não sei se é bom ou não...

    ResponderExcluir