terça-feira, 6 de junho de 2017

Florence: Quem é Essa Mulher?

Esse filme é baseado na história real de Florence Foster Jenkins, considerada a pior cantora do mundo, em todos os tempos! Embora seja uma comédia, não se pode ignorar a ternura dessa história. A figura de Florence é muito humana, a de uma mulher que não tinha talento para a música, mas que procurou transformar seu imenso amor pela arte em uma carreira musical! Ela vivia cercada de bajuladores e puxa-sacos pois era rica e cheia de posses. Seu marido, St Clair Bayfield (Hugh Grant), era um ator inglês fracassado e canastrão que gostava de se ver como um nobre britânico, embora não tivesse título nenhum da monarquia. Era infiel a Florence, mas ao mesmo tempo muito dedicado a ela.

O músico Cosmé McMoon (Simon Helberg) era um pianista mal sucedido na carreira, um pobre coitado, muito tímido, além de homossexual enrustido, que sabia o quanto Florence era péssima cantora, mas que acabou criando assim mesmo um sentimento de compaixão para com ela. Florence vivia de certa maneira dentro de uma bolha, isolada do mundo exterior, tudo criado artificialmente pelo seu marido, que organizava apresentações privadas e exclusivas dela, para se apresentar para pessoas ricas e ignorantes, sem cultura nenhuma. Era uma forma de ganhar dinheiro com ricaços estúpidos e manter Florence dentro de seu mundinho de ilusão. Tudo porém foge do controle quando ela decide se apresentar no magnífico Carnegie Hall em Nova Iorque, onde seu marido não teria mais controle sobre o que seria publicado sobre ela nos jornais!

Eu realmente gostei muito desse filme. Ele evoca uma era (da Belle Époque) que já não existe mais. Tempos mais inocentes e pueris. Além da história ser extremamente cativante temos um elenco inspirado. A começar por Meryl Streep. Sua Florence é um achado. Uma mulher que sofreu muito na vida, mas que acabou herdando uma grande fortuna. Apaixonada por arte e sem talento para isso, ela cria seu próprio mundo (apesar de cantar pessimamente ruim). O material que Meryl teve para trabalhar foi muito generoso. Florence estava morrendo de sífilis, tinha uma casamento falso e vivia dentro de suas próprias ilusões de grandeza artística (que eram inexistentes). Hugh Grant também está perfeito como o marido canastrão de Florence. Um papel que aliás lhe caiu muito bem. Por fim vale menção ao comediante Simon Helberg. O público em geral o conhece da série de humor The Big Bang Theory onde interpreta o personagem Howard Wolowitz. Aqui ele está perfeito como esse pianista de figura frágil, tímida, que é responsável por alguns dos momentos mais engraçados do filme. Enfim, essa é uma excelente dica para quem gosta de cinema. Um filme muito bom, que conta uma história ao mesmo tempo triste, engraçada e terna. Está mais do que recomendado.

Florence: Quem é Essa Mulher? (Florence Foster Jenkins, Estados Unidos, 2016) Direção: Stephen Frears / Roteiro: Nicholas Martin / Elenco: Meryl Streep, Hugh Grant, Simon Helberg, Rebecca Ferguson, Christian McKay, Stanley Townsend / Sinopse: O filme conta a história real de Florence Foster Jenkins (Streep), uma mulher rica que amava o mundo da música e do teatro, mas que não tinha talento nenhum para isso. Considerada a "pior cantora do mundo", ela só queria ser feliz se apresentando ao vivo no Carnegie Hall, de Nova Iorque. Filme indicado ao Oscar nas categorias de Melhor Atriz (Meryl Streep) e Melhor Figurino (Consolata Boyle). Também indicado ao Globo de Ouro nas categorias de Melhor Filme - Comédia ou Musical, Melhor Ator (Hugh Grant), Melhor Atriz (Meryl Streep) e Melhor Ator Coadjuvante (Simon Helberg). Vencedor do BAFTA Awards na categoria Melhor Cabelo / Maquiagem (J. Roy Helland e Daniel Phillips).

Pablo Aluísio.

5 comentários:

  1. Avaliação:
    Direção: ★★★★
    Elenco: ★★★★
    Produção: ★★★★
    Roteiro: ★★★★
    Cotação Geral: ★★★★
    Nota Geral: 8.8

    Cotações:
    ★★★★★ Excelente
    ★★★★ Muito Bom
    ★★★ Bom
    ★★ Regular
    ★ Ruim

    ResponderExcluir
  2. Caramba, o que é esse filme? Uma fábula sobre uma loser winner?

    ResponderExcluir
  3. Comments: Terror e Ficção; Cine Action; Drama e Romance; Cine Clássico.

    ResponderExcluir
  4. Mais ou menos isso Serge. Eu gostei especialmente do filme porque adoro história da música e não conhecia essa Florence! Ela não era do meu tempo preferido (anos 50, 60 e 70), porém me fez fazer uma analogia com a história de Ed Wood, o pior diretor de cinema de todos os tempos. Ela foi considerada a pior cantora. O que tinham em comum além disso? Um amor incondicional pela arte!

    ResponderExcluir
  5. Não deixe de assistir, penso que você vai gostar...

    ResponderExcluir