quarta-feira, 19 de agosto de 2015

Yvonne Craig (1937 - 2015)

Morreu a atriz americana Yvonne Craig. Em todos os sites e blogs ela está sendo lembrada como a Batgirl do seriado de grande sucesso Batman que curiosamente só teve duas temporadas (entre os anos de 1967 e 1968). As inúmeras reprises durante anos (inclusive no Brasil) acabou criando a sensação que a série teria sido bem mais longa do que realmente foi. Na pele da heroína, Craig participou de 26 episódios, sempre como Barbara Gordon, a filha do comissário Gordon, o braço direito do Batman dentro da corporação policial de Gotham City. Como se pode perceber a série era ultra kitsch, hiper colorida, tudo para coincidir com a chegada dos aparelhos de TV a cores nos Estados Unidos. A intenção era reproduzir os quadrinhos, por isso ficaram famosas as onomatopeias do tipo "Pow", Poon" e "Baw" que desfilavam na telinha. Tudo muito divertido e nostálgico.

Esse trabalho porém foi apenas uma pequena parte da carreira da atriz. Na verdade ela foi uma workaholic incansável e participou de inúmeros filmes e séries em cinco décadas de trabalho. Ela costumava dizer que enquanto houvesse trabalho tudo estaria bem. Além de "Batman" ela participou de outras séries de sucesso, entre elas "Perry Mason", "Philip Marlowe", "Dr. Kildare", "Viagem ao Fundo do Mar", "Jornada nas Estrelas" e "O Agente da UNCLE" (cuja versão cinematográfica está chegando às telas ainda nesse ano).

No cinema Yvonne também se envolveu em inúmeras produções, dos mais diversos gêneros, entre eles dois musicais ao lado do Rei do Rock Elvis Presley. Em "Loiras, Morenas e Ruivas" de 1963 interpretou Dorothy, uma jovem que caia de amores pelo cantor galã. Um ano depois, por sugestão do próprio Elvis, voltou a trabalhar ao seu lado na MGM na comédia musical "Com Caipira Não se Brinca" onde dava vida a Azalea Tatum, irmã do Elvis versão loiro e caipira das montanhas do filme (onde Presley interpretava dois papéis, um oficial da força aérea e um matuto). Dizem até que tiveram um namorico nas filmagens.

O último filme em que Yvonne trabalhou foi "Cavando Bons Negócios", uma produção que misturava mistério e crime (apesar do título parecer o de uma comédia). Com a idade ela praticamente se aposentou, mas retornava ainda para trabalhos que não exigissem muito fisicamente, como a narração e dublagem para animações como "Olivia" onde fazia a voz da vovozinha. A atriz, que também foi modelo na juventude, faleceu no último dia 17 em Pacific Palisades, na California. Um verdadeiro ícone da cultura pop de nosso tempo. Descanse em paz.

Pablo Aluísio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário