sábado, 8 de novembro de 2014

Rolling Stones - Satisfaction

Eis a canção mais popular da carreira dos Stones. Chegou ao mercado pela primeira vez em 1965 e acertou em cheio no gosto dos jovens da época. A letra, temos que convir, não é a força motriz da música, mas sim sua linha melódica. São apenas três notas, compostas por Keith Richards, mas o que parece tão singelo é até hoje considerado um dos mais pegajosos riffs de guitarra da história do rock. Vai direto ao ponto e uma vez ouvida jamais será esquecida - afinal de contas esse é o grande segredo do sucesso.

Embora seja creditada a Mick Jagger e Keith Richards a verdade é que a dupla mantinha um pacto ao estilo Lennon e McCartney, ou seja, mesmo que a canção fosse composta por apenas um deles, ambos levariam o crédito. Richards em algumas entrevistas enfureceu Jagger ao dizer que ele não tinha contribuído em nada na criação de "(I Can not Get No) Satisfaction". Para Keith essa é uma filha de um pai apenas, claro que ele mesmo!

Hoje, passado tantos anos, não há como saber quem tem ou não razão. A letra, que repito, não é grande coisa, tenta falar sobre frustração sexual e materialismo. Curiosamente existem rumores que os Stones estavam prontos a arquivar a canção. Sua salvação veio justamente pelo fato de ter entrado dentro do projeto do disco "Out of Our Heads", um dos mais interessantes trabalhos do grupo em sua primeira fase, ainda na onda do "Yeah, Yeah, Yeah" dos Beatles. Uma vez gravada - de forma impecável em minha opinião - o single chegou nas rádios, porém as grandes corporações inglesas de comunicação acharam a letra muito vulgar e obviamente ofensiva.

Coube então as pequenas rádios (e as piratas) divulgarem o novo single. Quando o sucesso pegou e não houve mais como ignorar, nem a poderosa BBC conseguiu jogá-la para debaixo do tapete. Falar hoje em dia da importância da música dentro da história do rock inglês é chover no molhado. Afinal ela foi eleita a segunda maior canção de rock já escrita dentro da lista da Rolling Stone (a revista) em sua edição comemorativa das "500 Maiores Músicas de Todos os Tempos". Listas são sempre idiotas, mas no caso dessa aqui serve ao menos para mostrar a importância desse rock dentro do mais popular estilo musical da história.


(I Can't Get No) Satisfaction (Jagger - Richards) - I can't get no satisfaction / I can't get no satisfaction / 'Cause I try, and I try, and I try, and I try / I can't get no / I can't get no / When I'm drivin' in my car / And that man comes on the radio / He's tellin' me more and more / About some useless information / Supposed to drive my imagination / I can't get no / Oh, no, no, no / Hey, hey, hey / That's what I say / I can't get no satisfaction / I can't get no satisfaction / 'Cause I try, and I try, and I try, and I try / I can't get no / I can't get no / When I'm watchin' my TV / And that man comes on to tell me / How white my shirts can be / But he can't be a man, 'cause he doesn't smoke / The same cigarettes as me / I can't get no / Oh, no, no, no / Hey, hey, hey / That's what I say / I can't get no satisfaction / I can't get no girl reaction / 'Cause I try, and I try, and I try, and I try / I can't get no / I can't get no / When I'm ridin' round the world / And I'm doin' this and I'm signing that / And I'm tryin' to make some girl / Who tells me, baby, better come back later next week / 'Cause you see I'm on losing streak / I can't get no / Oh, no, no, no / Hey, hey, hey / That's what I say / I can't get no / I can't get no / I can't get no satisfaction / No satisfaction / No satisfaction / No satisfaction / I can't get.

Pablo Aluísio.

Um comentário:

  1. Publicado originalmente no blog Music!
    Pablo Aluísio
    Todos os direitos reservados.

    ResponderExcluir