sexta-feira, 12 de setembro de 2014

Havana

Título no Brasil: Havana
Título Original: Havana
Ano de Produção: 1990
País: Estados Unidos
Estúdio: Universal Pictures
Direção: Sydney Pollack
Roteiro: Judith Rascoe
Elenco: Robert Redford, Lena Olin, Alan Arkin

Sinopse:
Jack Weil (Robert Redford) é um jogador profissional americano que chega a Cuba em dezembro de 1958 para organizar uma milionária partida de poker entre figurões locais e turistas endinheirados. O que parece ser um promissor evento porém se torna uma arapuca por causa do instável quadro político do país. Filme indicado ao Oscar na categoria Melhor Música Original (Dave Grusin). Também indicado ao Globo de Ouro na mesma categoria.

Comentários:
Realizando um pequeno revival sobre os anos 1990 chegamos nesse esquecido "Havana". Muito provavelmente tenha sido o último filme em que Robert Redford explorou exclusivamente o seu lado de galã de cinema. Como todos sabemos o tempo passa, a idade chega e de repente os atores que construíram suas carreiras sendo galãs perdem o prazo de validade e são trocados por outros, bem mais jovens. Não é o caso de Robert Redford que em sua longa filmografia soube muito bem construir excelentes atuações, dirigindo e produzido bons filmes, muito embora também tenha usufruído de sua boa aparência, surgindo muitas vezes como mero galã em determinadas películas. Esse "Havana" foi sua despedida nesse tipo de trabalho. O filme é muito bonito, tem ótimas cenas de pôr de sol,  com excelente fotografia, mas derrapa ao adotar um mundo que nunca existiu. A Havana onde o personagem de Robert Redford transita é mera peça de ficção. O cenário assim funciona apenas para um enredo ao estilo "Sabrina" e romances do tipo, não muito condizentes com os fatos reais. Além disso fica uma sensação ruim de que os realizadores possuem uma quedinha pela causa de Fidel Castro, o ditador eterno da ilha caribenha. No saldo geral é isso, uma produção com cara de cartão postal e enredo de literatura romântica de bolso. O bom e velho Redford poderia passar sem essa.

Pablo Aluísio e Júlio Abreu.

7 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. A personagem da Lena Olin chega a um restaurante em que havia marcado de encorntrar com o persongem do Robert Redford e ela pergunta a ele "te fiz esperar muito?" no que ele responde "a vida toda" essa cena quase vale o filme.

    ResponderExcluir
  4. Sem dúvida uma ótima resposta - vou até anotar aqui para usar depois com a namorada! Rsrsrsrs

    ResponderExcluir
  5. Disso deriva a palavra galã. Alguem que sabe dirigir galanteios. O Redford sabe fazer isso como ninguem.

    ResponderExcluir
  6. Pablo; esse Havana não tem um ar de "eu gostaria de ser o CASABLANCA" ?

    ResponderExcluir
  7. Tem sim, aliás isso é até recorrente no mundo do cinema, filmes que se "inspiram" em clássicos do passado

    ResponderExcluir