sábado, 22 de julho de 2017

Tigerland - A Caminho da Guerra

Título no Brasil: Tigerland - A Caminho da Guerra
Título Original: Tigerland
Ano de Produção: 2000
País: Estados Unidos
Estúdio: Regency Entertainment
Direção: Joel Schumacher
Roteiro: Ross Klavan, Michael McGruther
Elenco: Colin Farrell, Matthew Davis, Clifton Collins Jr, Tom Guiry, Russell Richardson, James Macdonald

Sinopse:
A história do filme se passa em setembro de 1971. Os Estados Unidos estão na Guerra do Vietnã. Um novo pelotão de recrutas então chega no Fort Polk para treinamento intensivo antes de ser enviado para o front asiático. Para que o treinamento seja bem sucedido os soldados são enviados para um pântano, conhecido pelos recrutas como Tigerland!

Comentários:
A safra de filmes sobre a Guerra do Vietnã já havia passado quando surgiu esse "Tigerland" nos cinemas americanos. Um herdeiro tardio de um ciclo que já havia chegado ao fim. É a tal coisa, a fase que havia gerado tantas obras primas como "Apocalipse Now", "Platoon" e "Nascido Para Matar" já havia se esgotado, por isso não houve muita repercussão desse lançamento fora de época. De maneira em geral essa é até uma boa fita de guerra. No Brasil foi lançada diretamente no mercado de vídeo VHS, não chegando aos cinemas. Isso demonstrava que o filme não havia feito muito sucesso comercial no mercado internacional. Em termos de elenco temos um ainda muito jovem Colin Farrell. Na época ninguém o conhecia e ele passava longe de ser um astro de Hollywood. O resto do elenco também era todo formado por jovens desconhecidos, o que até ajudou o filme em certo aspecto, pois o espectador acabava acreditando com mais facilidade que aqueles eram mesmo jovens prestes a serem jogados na lama do Vietnã. A velha regra da imersão dentro de um filme. Há personagens interessantes, inclusive um recruta que deseja um dia se tornar escritor. Ele faz amizade com outro soldado, Roland Bozz, um texano mais casca grossa. Muito do enredo se desenvolve justamente nas amizades e inimizades entre todos aqueles militares. No mais o diretor Joel Schumacher realizou um filme que mesmo não sendo uma obra marcante, consegue ser eficiente, inegavelmente bom. Schumacher, conhecido por algumas bombas cinematográficas indefensáveis, aqui pelo menos segurou bem a onda. Filme premiado no Boston Society of Film Critics Awards e no London Critics Circle Film Awards na categoria de Melhor Ator (Colin Farrell).

Pablo Aluísio.

Um comentário:

  1. Avaliação:
    Direção: ★★★
    Elenco: ★★★
    Produção: ★★★
    Roteiro: ★★★
    Cotação Geral: ★★★
    Nota Geral: 7.2

    Cotações:
    ★★★★★ Excelente
    ★★★★ Muito Bom
    ★★★ Bom
    ★★ Regular
    ★ Ruim

    ResponderExcluir