sexta-feira, 17 de março de 2017

Versalhes, o Sonho de um Rei

Título no Brasil: Versalhes, o Sonho de um Rei
Título Original: Versailles, Le Rêve d'un Roi
Ano de Produção: 2008
País: França
Estúdio: Les Films d'Ici, France 2 (FR2)
Direção: Thierry Binisti
Roteiro: Jacques Dubuisson, Michel Fessler
Elenco: Samuel Theis, Vinciane Millereau, Jérôme Pouly, Antoine Coesens, Nicolas Jouhet, Germain Wagner
  
Sinopse:
Após a morte de seu pai, o Rei, sobe ao trono da França um jovem monarca, Louis XIV (Samuel Theis). Dono de uma personalidade megalomaníaca, o novo Rei decide construir o maior palácio real de toda a Europa, uma construção magnífica, com todo o luxo e a pompa dignas de sua majestade imperial. Para concretizar seus sonhos de construir o monumental Palácio de Versalhes, Louis XIV leva décadas, exaurindo os cofres e as finanças de toda uma nação. Para o Rei porém isso tudo pouco importa, pois ele está decidido a transformar seu exuberante projeto em realidade. Filme histórico baseado em fatos reais.

Comentários:
Excelente produção francesa que teve o privilégio de ser filmada no próprio Chateau de Versailles, o Palácio real que até hoje impressiona os visitantes que o conhecem. A história do filme é por demais interessante e mostra a obsessão que o Rei Louis XIV (Samuel Theis) criou em concretizar seus sonhos de construir algo jamais visto em toda a Europa. Conhecido como o "Rei Sol", Louis XIV  não era um homem de moderação. Tudo, absolutamente tudo, deveria ser o mais luxuoso possível, o mais brilhante, o mais magnífico. Obcecado por roupas luxuosas e palácios de sonhos, o Rei ignorou os conselhos de seus ministros para erguer no meio de um velho pântano uma das construções mais impressionantes da história. Versalhes até então não passava de uma rústica casa de campo construída por seu pai, que gostava de fazer caçadas pelas matas daquela região. Tomado por um sentimento de nostalgia, o novo Rei decide então erguer esse Palácio no mesmo lugar onde havia passado bons momentos em sua infância. Começa assim a construção de uma obra que levaria 40 anos para ser concluída. Não se contentando em levantar do chão esse tipo de construção típica das grandes monarquias do passado, Louis XIV foi além, mandando tragar as regiões pantanosas das vizinhanças, para transformar tudo ao redor em majestosos jardins, os maiores que se tinham notícia até então. Haveria muito o que explorar na história desse Rei, porém o roteiro se concentra mesmo na obsessão de Louis XIV em construir seu Palácio de Versalhes, o que não deixa de ser algo positivo, pois o espectador acaba conhecendo em detalhes a curiosa história em torno de sua construção. Os sonhos de um Rei absolutista que não aceitava respeitar limites aos seus mais loucos projetos. Autor da frase "O Estado Sou Eu", não é de se admirar que tenha ido tão longe em seus sonhos de grandeza. Um filme especialmente recomendado para quem gosta da história das monarquias europeias.

Pablo Aluísio e Júlio Abreu.

Um comentário:

  1. Avaliação:
    Direção: ★★★★
    Elenco: ★★★★
    Produção: ★★★★
    Roteiro: ★★★
    Cotação Geral: ★★★★
    Nota Geral: 8.2

    Cotações:
    ★★★★★ Excelente
    ★★★★ Muito Bom
    ★★★ Bom
    ★★ Regular
    ★ Ruim

    ResponderExcluir