quinta-feira, 6 de novembro de 2014

A Possessão de Piper Rose

Título no Brasil: A Possessão de Piper Rose
Título Original: Possessing Piper Rose
Ano de Produção: 2011
País: Estados Unidos, Canadá
Estúdio: Bauman Entertainment, Lifetime Network
Direção: Kevin Fair
Roteiro: Scott Nimerfro
Elenco: Rebecca Romijn, David Cubitt, Isabella Cramp

Sinopse:
Um jovem casal está desesperado em adotar uma criança. Diante dos problemas burocráticos envolvidos na adoção uma assistente social mexe seus pauzinhos para que eles adotem rapidamente a menina Piper Rose! O que os novos pais nem desconfiam é que a garotinha tem sinistras ligações com o sobrenatural.

Comentários:
Telefilme de terror muito inofensivo que não fará maior diferença caso você o ignore. Curtinho (pouco mais de setenta minutos de duração), é aquele tipo de produção meio descuidada, com clichês pipocando por todos os lados. Se serve para alguma coisa poderíamos dizer que é pela beleza da atriz Rebecca Romijn, sim ela mesma, a Raven Darkholme / Mystique da franquia X-Men. Um pouco acima do peso (penso que muito provavelmente estaria grávida nas filmagens), ela se torna com sua beleza estética uma das poucas recompensas ao se assistir esse terrorzinho até o final. Com ecos de inúmeros filmes do passado, principalmente àqueles que envolveram crianças e possessões, o roteiro não consegue dar um passo sequer rumo à originalidade. Assim, diante de tanta previsibilidade o melhor mesmo é ignorar completamente. Há coisas bem melhores no gênero por aí.

Pablo Aluísio e Júlio Abreu.

Um comentário:

  1. Publicado originalmente no blog Terror & Ficção
    Pablo Aluísio
    Todos os direitos reservados.

    ResponderExcluir