quinta-feira, 21 de maio de 2015

The Lovers

Esse filme tem duas linhas narrativas. Na primeira o espectador é levado até um futuro próximo. Uma expedição submarina procura por artefatos valiosos em um velho navio afundado. Um dos mergulhadores acaba encontrando um anel, que tudo indica ser indiano, por causa de seu design. Ele parece ser constituído de duas peças. Uma das garotas que fazem parte do grupo decide então ir atrás da outra parte, mas acaba tendo problemas, ficando presa nas profundezas. Para salvá-la da morte seu namorado resolve fazer um mergulho sem a devida proteção. Ele salva sua amada, mas acaba entrando em coma por quase ter morrido afogado. Na outra linha narrativa voltamos ao passado, mas especificamente ao século XVIII. É o auge do colonialismo inglês. Para aumentar o domínio da coroa britânica na Índia, um grupo do exército inglês é enviado até o interior do país. A finalidade é desestabilizar um reino distante, que está no caminho entre uma importante via de comunicação. Um dos militares é o escocês James Stewart (Josh Hartnett) que decide salvar por conta própria a vida da rainha que corre risco de vida após um golpe derrubar do trono o seu marido, o rei. O que ele não esperava era se apaixonar perdidamente por ela.

Com enredo que mais parece ter saído daqueles livros românticos ao estilo "Sabrina", esse "The Lovers" não me convenceu muito. Na verdade o roteiro é até mesmo confuso, forçado e não raras vezes cai no puro tédio. O que liga as duas histórias, passadas em tempos diferentes, é o tal do anel indiano que parece ter poderes especiais, unindo tempo e espaço diversos. Para um filme que se propõe a ser romântico o seu grande problema é justamente o casal central, que não convence em momento algum. O amor que nutrem entre si sempre soa falso e fora de propósito. O tal anel também não acrescenta em nada, mais parecendo um mero pretexto para contar duas histórias tão diferentes entre si. Delas a melhor realmente é a que se passa no passado. Há uma tentativa de trazer alguma ação quando tropas inglesas são encurraladas por rebeldes indianos. Mesmo assim logo a decepção toma conta porque nada é muito desenvolvido nesse aspecto. O filme no geral tem boa produção, uma bonita fotografia e bom visual, mas o que estraga mesmo é esse enredo que deixa a sensação de que realmente tudo o que é mostrado na tela não faz muito sentido.

The Lovers (Idem, Bélgica, Índia, Austrália, 2015) Direção: Roland Joffé / Roteiro: Ajey Jhankar, Roland Joffé / Elenco: Josh Hartnett, Tamsin Egerton, Alice Englert / Sinopse: Um oficial do exército inglês se apaixona por uma nobre indiana durante o período colonial britânico sobre a Índia. Como prova de amor entre eles surge um anel que representa o sentimento de ambos. No futuro o anel acaba sendo descoberto por um expedição também formada por um casal apaixonado. Ao tentar salvar sua namorada um dos mergulhadores acaba entrando em coma. Poderá a jóia ser a redenção desse amor?

Pablo Aluísio.

Um comentário:

  1. Avaliação:
    Direção: ★★
    Elenco: ★★
    Produção: ★★★
    Roteiro: ★
    Cotação Geral: ★★
    Nota Geral: 6.3

    Cotações:
    ★★★★★ Excelente
    ★★★★ Muito Bom
    ★★★ Bom
    ★★ Regular
    ★ Ruim

    ResponderExcluir