sexta-feira, 5 de junho de 2015

Terremoto - A Falha de San Andreas

Título no Brasil: Terremoto - A Falha de San Andreas
Título Original: San Andreas
Ano de Produção: 2015
País: Estados Unidos, Austrália
Estúdio: Village Roadshow Studios
Direção: Brad Peyton
Roteiro: Carlton Cuse, Andre Fabrizio
Elenco: Dwayne Johnson, Carla Gugino, Paul Giamatti

Sinopse:
Piloto de um helicóptero de resgate do Corpo de Bombeiros de Los Angeles, Ray (Dwayne Johnson) se vê diante do maior desafio de sua profissão ao ter que encarar um mega terremoto que atinge o Arizona e a Califórnia. Um tremor de proporções épicas causada pela conhecida falha de San Andreas, um enorme fenda geológica que atravessa diversos estados americanos na costa oeste do país. No meio do caos ele fará de tudo para salvar sua família.

Comentários:
Roteiros explorando um grande terremoto causado pela falha de San Andreas não é novidade nenhuma no cinema americano. Dezenas de filmes já foram realizados usando esse argumento. Só para citar um exemplo basta lembrar do filme "Superman" de 1978. A falha era justamente o que convinha ao vilão Lex Luthor naquele momento. Ele queria que um grande terremoto literalmente afundasse metade da Califórnia no mar! Ficção à parte, o fato é que ela existe e segundo inúmeros estudos e pesquisas um dia irá dar causa a um evento catastrófico naquela região dos Estados Unidos. Milhões de pessoas provavelmente morrerão pois na sua linha existem grandes cidades como Los Angeles e San Francisco. Como um dos personagens do filme mesmo afirma não há dúvidas que esse terremoto um dia acontecerá, a única questão a responder é quando ele virá! Definitivamente não queria morar na Califórnia quando isso viesse a acontecer. Enquanto esse dia não vem (e esperamos que não venha mesmo) o cinema vai explorando o terrorismo psicológico que advém de sua existência. Esse "San Andreas" vai direto ao ponto. Após uma breve apresentação dos personagens principais (o pai bombeiro, a filha que o ama e a ex-esposa que quer o divórcio para se casar com um milionário empresário do ramo imobiliário), a falha finalmente entra em colapso, atingindo as grandes cidades, causando destruição e morte por onde passa. Em filmes assim, que bebem diretamente do chamado cinema catástrofe dos anos 70, não há muito o que se esperar. São cenas e mais cenas de tragédias acontecendo ao mesmo tempo, desde prédios vindo ao chão até avenidas inteiras que se abrem do nada, engolindo todas as pessoas ao redor. Morte e destruição por todos os lados! Obviamente que tudo é muito bem feito, haja visto o avanço tecnológico que os efeitos digitais alcançaram nos dias de hoje. Pena que não exista mesmo um roteiro mais bem escrito que procure desenvolver melhor todos os personagens. Para piorar ainda mais o personagem central, o bombeiro Ray (interpretado pelo "The Rock"), que deveria ser um herói acima de qualquer crítica, toma uma decisão pouco ética e moralmente condenável, ao largar as pessoas morrendo lá embaixo enquanto usa seu helicóptero (que pertence ao poder público, ao povo da Califórnia, feito para salvar vidas da população em geral) para ajudar única e exclusivamente seus familiares e ninguém mais! Ou seja, o sujeito pensa: "Vou salvar minha filha e minha ex-esposa e o resto do povo que se dane!". Que coisa feia, que vergonha! Um belo exemplo do que um servidor público não deve fazer em suas funções públicas, em prol da sociedade. Isso porém seria exigir demais de um produto tão pop e descartável como esse. Afinal de contas "San Andreas" não passa de puro cinema chiclete, feito para ser exibido em escala industrial nas salas de exibição de grandes shoppings.

Pablo Aluísio e Erick Steve.


Um comentário:

  1. Avaliação:
    Direção: ★★
    Elenco: ★★
    Produção: ★★★
    Roteiro: ★★
    Cotação Geral: ★★
    Nota Geral: 5.5

    Cotações:
    ★★★★★ Excelente
    ★★★★ Muito Bom
    ★★★ Bom
    ★★ Regular
    ★ Ruim

    ResponderExcluir