terça-feira, 24 de junho de 2014

O Sacramento

Título no Brasil: O Sacramento
Título Original: The Sacrament
Ano de Produção: 2014
País: Estados Unidos
Estúdio: Arcade Pictures
Direção: Ti West
Roteiro: Ti West
Elenco: Joe Swanberg, AJ Bowen, Kentucker Audley

Sinopse:
Um grupo de jornalistas decide fazer uma reportagem sobre uma seita de evangélicos liderados por um pastor carismático chamado de "O Pai" que vive em um lugar isolado da América do Sul, no meio da selva, longe da civilização e da tecnologia do homem moderno. A comunidade parece ser um projeto de sucesso, mas debaixo de toda aquela felicidade ensaiada se esconde algo muito sinistro. Filme baseado em fatos reais.

Comentários:
Quem conhece história e leu a sinopse desse filme saberá de antemão que ele é baseado em um caso real, acontecido na Guiana durante os anos 1970. Um pastor messiânico chamado Jim Jones (1931 - 1978) decidiu levar toda a sua congregação para as selvas da América Latina. Lá fundou uma comunidade denominada Jonestown. Todos os membros de sua igreja venderam seus bens, casas e carros e deram o dinheiro para Jones. Ele então criou essa comunidade evangélica isolada do mundo exterior. O que parecia ser o paraíso na Terra (pelo menos na visão dos membros da seita) logo virou uma cilada, uma armadilha mortal. Jones promoveu um suicídio coletivo com todos os que moravam lá, crianças, jovens e idosos. O roteiro desse filme mostra praticamente a mesma história, com pequenas mudanças em certos detalhes. A linguagem escolhida foi a de falso documentário, como se o espectador estivesse vendo imagens reais captadas pelas câmeras dos jornalistas. O resultado é muito bom, acima da média nesse tipo de filme. Serve como denúncia e também como aviso, pois fanatismo religioso é de fato algo muito perigoso, um caminho que leva facilmente o fiel não para o céu, mas para o inferno.

Pablo Aluísio e Júlio Abreu.

7 comentários:

  1. Pablo:

    Esse demente do Jim Jones levou mais de novecentas pessoas ao suicídio. Um caso escabroso desse deveria ter um dia especial para ser lembrado como alerta contra essa igrejas neo pentecostais que estão em processo de metástase por todos os lugares do mundo. Deus que nos proteja dessa gente.

    ResponderExcluir
  2. Eu vou além. A maioria desses pastores que usam o nome de Deus para ganhar dinheiro muito provavelmente são ateus. Nenhum homem de fé, que realmente acredita na existência de Deus, seria tão vil e inescrupuloso a ponto de explorar tanto a fé das pessoas para simplesmente ganhar dinheiro em cima disso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. essa sua opinião vale para todos os líderes religiosos, sem exceção.

      Excluir
  3. Lobos em peles de cordeiro é o que são...

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. Jesus disse "à Cesar o que é de César".

    Não são Pastores, são Césares de igreja.

    ResponderExcluir