domingo, 8 de julho de 2018

Sedução Fatal / Entrega a Domicílio

Sedução Fatal
Um filme que poucos se lembram hoje em dia. É uma fita que se propõe a resgater em termos os elementos que fizeram o sucesso do cinema noir lá no passado, especialmente nas décadas de 1940 e 1950. Um ainda bem jovem Ewan McGregor interpreta um ex-espião, agora trabalhando como detetive particular, que segue os passos de uma estranha mulher, Joanna (Ashley Judd). Por onde ela passa deixa um rastro de mortes e crimes, o que fascina ainda mais o detetive. Em seu rastro ele começa a colaborar indiretamente com a serial killer, apagando inclusive pistas essenciais para que os policiais a incriminem. Assim Ewan McGregor interpreta uma espécie de stalker (perseguidor) com desejos sádicos. O filme funciona apenas em parte. No começo quando o espectador começa a entender o enredo, tudo parece bem intrigante e diferente. Depois de um tempo o joguinho de sombras e escuridão começa a cansar. De uma maneira ou outra esse "Eye of the Beholder" pode ser uma boa opção para quem gosta do ator Ewan McGregor, aqui ainda em comecinho de carreira. / Sedução Fatal (Eye of the Beholder, Inglaterra, Canadá, 1999) Direção: Stephan Elliott / Stephan Elliott, baseado na novela policial escrita por Marc Behm / Elenco: Ewan McGregor, Ashley Judd, Patrick Bergin.

Entrega a Domicílio
Todo mundo precisa começar de algum lugar. Não que o ator Paul Rudd seja um comediante excepcional, fora de série, nada disso. Aqui ele está em uma comédia romântica das mais bobinhas. O enredo é bobo, como tudo. Um jovem estudante, pensando estar sendo traído pela namorada, resolve lhe escrever uma carta terminando tudo. Nesse meio tempo ele descobre que está errado, que ela nunca o traiu. A partir daí ele começa uma corrida desesperada para evitar que a carta seja entregue a ela. Mais bobalhão impossível! É um daqueles filmes bem descartáveis, que só não se torna uma perda completa de tempo por causa, entre outras coisas, da presença da atriz Reese Witherspoon no elenco. Ainda jovem, carismática - naquele estilo garota séria, quase psicótica e obsessiva com perfeição - a Reese salva o filme da ruína total. Provavelmente esse tipo de fita seja uma daquelas que ela hoje em dia deve sentir um pouquinho de vergonha por ter feito. Coisas da vida. / Entrega a Domicílio (Overnight Delivery, Estados Unidos, 1998) Direção: Jason Bloom / Roteiro: Marc Sedaka, Steve Bloom / Elenco: Paul Rudd, Christine Taylor, Reese Witherspoon.

Pablo Aluísio.

3 comentários:

  1. Sedução Fatal / Entrega a Domicílio
    Pablo Aluísio.

    ResponderExcluir
  2. Algum tempo atrás eu assisti no programa The Late Show, quando a Reese contou que a filha dela, uma daquelas crianças americanas sem noção, dizia para a Reese quando ela começava a cantar em casa "pare, você não é "fulana de tal" você só cantou country em um filme (Johnny & Junte). O David Latterman olhou sério para a Reese e tascou! "Essa menina sabe que você ganhou um Oscar, cantando?" Eu achei bem feito para essa adolescente chata e a desrespeitosa.

    ResponderExcluir
  3. Eu gosto da Reese, ao contrário de muita gente que não a suporta. Agora, mesmo gostando delas, não consegui continuar a assistir a sua série na HBO. Não gostei mesmo. Espero que ela volte ao cinema.

    ResponderExcluir