quinta-feira, 20 de abril de 2017

Triplo X (2002)

A Globo vai exibir hoje no Corujão o primeiro filme da franquia Triplo X, lançado em 2002. É a tal coisa, filmes como esse possuem pouca originalidade. Duvida? Pois então vamos dar uma olhada no roteiro. Tudo é basicamente uma cópia mais turbinada e mais exagerada das antigas estórias de James Bond.

Claro que não há nenhuma sutileza maior no personagem principal chamado Xander Cage. Ao contrário de Bond ele não é um agente secreto charmoso, mas sim um brutamontes que usa de armas de grosso calibre para atingir seus objetivos. O filme também não prima por trazer tramas mais rebuscadas e complexas, pois tudo se resume em cenas e mais cenas de ação, cada uma mais espetacular do que a anterior. Com isso o espectador fica distraído e não faz muito ideia do que está se passando na tela.

Para Vin Diesel o filme foi um presente. Atores de ação como ele dão graças aos céus quando emplacam uma nova franquia. Isso significa filmes em série e cachês milionários. Esse ator obviamente possui outras franquias na sua filmografia, algumas delas bem mais interessantes do que essa, como as do personagem Riddick, por exemplo, mas boas bilheterias e salários astronômicos sempre são bem-vindos. O filme então se resume a basicamente ação. O agente Xander de Diesel não tem nenhuma profundidade e nem é muito trabalhado pelo roteiro. Tudo é apenas pretexto para mais um filme pipoca, pura diversão, na tela. Se é o que você está procurando, aproveite!

Triplo X (xXx, Estados Unidos, 2002) Direção:  Rob Cohen / Roteiro: Rich Wilkes / Elenco: Vin Diesel, Asia Argento, Marton Csokas / Sinopse: Xander Cage (Vin Diesel) é um atleta de esportes radicais que acaba sendo contratado pelo governo para uma missão especial que só alguém com suas habilidades pode cumprir.

Pablo Aluísio e Júlio Abreu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário