domingo, 20 de março de 2016

Johnny & June - Walk the Line

Título no Brasil: Johnny & June
Título Original: Walk the Line
Ano de Produção: 2005
País: Estados Unidos
Estúdio: Twentieth Century Fox
Direção: James Mangold
Roteiro: James Mangold
Elenco: Joaquin Phoenix, Reese Witherspoon, Ginnifer Goodwin
  
Sinopse:
O filme é baseado em duas biografias, ambas escritas por Johnny Cash, chamadas "Man in Black" e "Cash: The Autobiography". Cash foi um cantor americano muito famoso que surgiu na mesma leva de artistas dos quais também fez parte Elvis Presley e Jerry Lee Lewis. Todos eles foram descobertos por Sam Phillips, o dono de uma pequena gravadora em Memphis chamada Sun Records. O roteiro assim narra a vida profissional de Cash, aliado a sua vida amorosa ao lado da mulher de sua vida, a também cantora June (interpretada pela atriz Reese Witherspoon). Filme vencedor do Oscar na categoria de Melhor Atriz (Reese Witherspoon).

Comentários:
Um bom filme que procura narrar a vida conturbada de Johnny Cash. Nos Estados Unidos ele foi um ídolo, principalmente por ter adotado uma postura mais country, apesar de suas origens roqueiras. A vida de Cash foi assustadoramente parecida com a de outros artistas que surgiram junto com ele, no mesmo período histórico, como por exemplo, Elvis Presley. Ambos vieram de origens humildes, foram descobertos pelo mesmo produtor (Sam Phillips da Sun Records) e depois escalaram os degraus da fama e do sucesso. Também caíram na tentação das drogas e pagaram um alto preço pelo vício. O único diferencial foi que Cash conseguiu sobreviver ao mundo das drogas, mas Elvis não. A duras penas Cash deu a volta por cima, muito em razão do amor que sentia por sua esposa June. Assim resolveu contar sua luta em livros bem interessantes que acabaram dando origem a esse filme. Joaquin Phoenix está muito bem como Cash, tanto nos momentos mais dramáticos como nas cenas de concertos e apresentações (o que não deixa de ser uma surpresa). O roteiro também se beneficia da própria vida de Cash, que certamente foi muito rica e interessante. Um drama romântico musical que merece ser conhecido pelo público em geral.

Pablo Aluísio e Júlio Abreu.

6 comentários:

  1. Avaliação:
    Direção: ★★★
    Elenco: ★★★
    Produção: ★★★
    Roteiro: ★★★
    Cotação Geral: ★★★
    Nota Geral: 7.7

    Cotações:
    ★★★★★ Excelente
    ★★★★ Muito Bom
    ★★★ Bom
    ★★ Regular
    ★ Ruim

    ResponderExcluir
  2. Será eu o Elvis viajava com o Johnny Cash em turnês no começo da carreira ao ponto de cruzarem na entrada do palco como mostra o filme?

    ResponderExcluir
  3. Sim, em uma fase bem inicial da carreira de Elvis quando ele era apenas um cantorzinho desconhecido da Sun Records com dois disquinhos gravados. Ninguém o conhecia fora de Memphis.

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. Duas coisas legais:

    O ator que faz o pai do Cash no filme ,Robert Patrick, já foi pai do Elvis, Vernon Presley, numa biografia para a TV e, também, já foi a mais belo e implacável exterminador, quando era jovem, em Terminator 2.

    A verdadeira June Carter, não só era mais bonita que a atriz que a interpreta, Reese Witherspoon, como cantava muito mais.

    ResponderExcluir
  6. Ele também esteve em Arquivo X quando a série passava por seus piores momentos. Em relação a June Carter, concordo com você. No Youtube há muito material com cenas reais dela cantando em programas de TV da época. Era uma beleza bem caipira - tanto nos cabelos como nas roupas que usava e certamente era mais bela do que a Reese - que não convence de cabelo escuro.

    ResponderExcluir