sábado, 12 de março de 2016

Kids

Título no Brasil: Kids
Título Original: Kids
Ano de Produção: 1995
País: Estados Unidos
Estúdio: Guys Upstairs, Independent Pictures
Direção: Larry Clark
Roteiro: Larry Clark, Harmony Korine
Elenco: Leo Fitzpatrick, Justin Pierce, Chloë Sevigny

Sinopse:
Um retrato dos adolescentes de Nova Iorque. Eles vivem em um mundo completamente sem regras ou padrões morais. O uso de drogas é algo corriqueiro, diário, banal. O sexo anônimo, sem proteção ou aproximação afetiva, também se torna habitual. Nesse meio um jovem que é HIV positivo não se importa em sair ao lado de seus amigos atrás de garotas virgens, na faixa de 14, 15 anos de idade para satisfazer seus mais básicos instintos sexuais. Assim a AIDS também se torna uma presença constante na vida do grupo.

Comentários:
Kids procura mostrar uma visão realista da juventude americana. O diretor Larry Clark se propôs a fazer um filme que é praticamente quase um documentário. A maioria das cenas mistura fatos reais com representação. Muitos dos que aparecem em cena são jovens das ruas de Nova Iorque e não atores profissionais. O roteiro inclusive nasceu da aproximação do diretor com um grupo de adolescentes que lhe contou como era sua rotina, seu cotidiano. O que ouviu o deixou tão assustado que ele resolveu escrever o roteiro como uma denúncia sobre o que estava acontecendo pelas ruas da cidade. O que vemos em Kids é um bando de jovens sem qualquer valor moral ou religioso, que dedicam seus dias ao abuso de drogas e ao sexo sem responsabilidade. O enredo se passa em Nova Iorque, mas também poderia ser passado em qualquer grande cidade brasileira. A realidade, infelizmente, é muito parecida. Assim temos pela frente um filme que mostra a juventude medíocre que infesta as grandes cidades. O filme é bem feitinho mas sua obsessão em ser politicamente correto demais o torna muitas vezes cansativo. A intenção de Larry Clark era de conscientizar e ganhar alguns prêmios em festivais de cinema alternativo. O segundo objetivo foi alcançado pois Kids realmente venceu várias premiações importantes. A primeira meta porém não foi bem sucedida pois o filme, ao que parece, não conseguiu conscientizar muito o seu público alvo pois a juventude continua na mesma, sem evolução.

Pablo Aluísio e Júlio Abreu.

Um comentário:

  1. Avaliação:
    Direção: ★★★
    Elenco: ★★★
    Produção: ★★★
    Roteiro: ★★★
    Cotação Geral: ★★★
    Nota Geral: 7.0

    Cotações:
    ★★★★★ Excelente
    ★★★★ Muito Bom
    ★★★ Bom
    ★★ Regular
    ★ Ruim

    ResponderExcluir